19 de dezembro de 2012


Ela: Devagar! Eu to com medo…
Ele: Não… É divertido!
Ela: Não é não! Por favor, está me assustando!
Ele: (silêncio) … Então diz que me ama?
Ela: Eu te Amo!
Ele: Agora me abraça bem forte! - e ela o abraça…
Ele: Você pode tirar o meu capacete e colocar em você? Tá me incomodando, quero sentir o vento no meu rosto… E ela colocou o capacete.
No jornal do dia seguinte havia a seguinte notícia:
“Uma moto bateu na serra devido à aparente perda de freio ou problemas no motor, um dos jovens não possuía capacete e morreu na hora, o outro está hospitalizado mas passa bem.”
A verdade é que descendo a estrada, o garoto percebeu que os freios haviam falhado, e em seguida não funcionavam mais, a queda era eminente, mas ele não queria que a garota soubesse e se desesperasse. Ao invés disso ele fez com que ela dissesse que o amava e sentiu seu abraço uma última vez, e a fez colocar o seu capacete para que ela pudesse viver, mesmo sabendo que por causa disso ele iria morrer… Felizes os que conseguem amar com essa intensidade!

Nenhum comentário:

Postar um comentário