7 de abril de 2012

[...] e mesmo que o vento leve tudo,
                                         as lembranças ficarão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário