17 de maio de 2012

Talvez eu não chore, mas dói.
Talvez eu não diga, mas sinto.
talvez eu não mostre, mas me importo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário