17 de janeiro de 2014

Há tempo para todas as coisas; aliás, há um tempo determinado para a colheita. Mas não há como colher sem antes semear.

Nenhum comentário:

Postar um comentário