6 de fevereiro de 2014

Se o Senhor me atender, eu te adoro.
Mas se não me atender, te adoro também.
Se eu casar, louvado seja Deus. Se não, que meu louvor flua do mesmo jeito.
Se eu chegar à profissão dos meus sonhos, Pai, te amo. Mas se Você fechar as portas, ainda te amo.
Se tudo for como planejei, Você é Deus. E continuará sendo, por mais que tudo dê “errado”...
Eu tô contigo por amor, e não pelas bênçãos. Meus sonhos são Teus, e minhas expectativas também.
E se eles morrerem, eis-me aqui. Também serei sempre tua.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário