5 de dezembro de 2012

“Não foi nada. Deu saudade, só isso. De repente, me deu tanta saudade”
— Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário