25 de julho de 2013


Sou meio complicada de entender, às vezes nem eu mesma me entendo... Fico com raiva do nada, assim mesmo, sem motivo... Mas também fico feliz do nada, me magoou fácil, tem horas que coisas bobas me deixa triste, coisas que quem fala nem vai imaginar que vai me deixar mal mais deixa, e ás vezes até demais. Sou sempre alegre, estou sempre rindo, falo até demais mais sempre que fico chateada fico bem calada, me fecho pra todos... Me apego fácil e muito, e é uma missão quase impossível me desapegar depois, sempre sofro, posso até me desapegar, mas nunca esqueço a pessoa. Não consigo ter raiva de ninguém, a pessoa pode me fazer coisas ruins que mesmo assim não tenho raiva, odeio esse meu lado, eu gostaria de pelo menos conseguir ser, mas fria com quem errou comigo, mas eu não consigo. Quando AMO, amo de verdade, nem as dificuldades, distancia ou tempo faz eu deixar de gostar, mesmo amando sozinha eu não desisto, é bem tenso isso, doe muito, mas fazer o que, não consigo deixar de amar fácil. Sou chata, às vezes irritante, perturbo muito AS PESSOAS QUE EU GOSTO, admiro eles por me aturar todos dias sou chata, boba, mas é o meu jeito de demonstrar que eu gosto, um jeito meio estranho eu sei, mas é o meu jeito. Mas eu também me importo, me preocupo, cuido, ajudo, tento fazer as pessoas rirem, faço de tudo pra demonstro que gosto. “E assim sou eu, meio bipolar eu acho”

Nenhum comentário:

Postar um comentário