7 de maio de 2014

Ora!

Minha filha querida. Aqui é seu Deus, você pode me ouvir? Então, quando você vai entender que você nunca está sozinha? Eu prometi que nunca te desampararia, lembra? E Eu não sou homem para que minta, você sabe disso. Eu te amo, eu cuido de você e sei mais do que ninguém que esse mundão aí, não é bom, ele te faz sofrer. Então, porque eu te deixaria sozinha sabendo dessas circunstâncias? 

Filha, não se desespere quando não ouvir minha voz. Você precisa entender que a resposta pode ser justamente o meu silêncio. O seu medo está destruindo a sua fé e isso precisa mudar. Você não ora como antes, não lê a bíblia como antes, O que houve? O mundo esfriou o seu amor por mim? Vai lá, ajoelha mais uma vez, clama mais uma vez… Você não pode desistir logo agora. Clame a mim e eu me achegarei a você, eu te amo e sinto falta da sua voz. Ora mais uma vez, ora?

Nenhum comentário:

Postar um comentário